fbpx

Curso de Psicologia: como se forma um psicólogo?

Curso de psicologia

Como graduando em psicologia, meu interesse é adquirir conhecimento, habilidade e sensibilidade para exercer a profissão com excelência.

Este artigo visa esclarecer os principais pontos do curso de psicologia. Tanto para quem deseja ser um psicólogo, como para que os pacientes compreendam o quão preparado é um profissional da área.

O que um psicólogo faz?

Ser um psicólogo é atuar como agente de transformação social, promovendo, assim, a saúde e o bem estar integrais no âmbito individual e coletivo.

Um psicólogo é capaz de planejar uma intervenção na vida de um paciente, a partir de avaliação psicológica, identificando as estratégias mais adequadas para prevenir ou aliviar o sofrimento, promover a saúde e o bem-estar. Isso vale tanto para indivíduos como para grupos, instituições e comunidades.

Entre suas atividades estão tratamentos terapêuticos dos transtornos mentais como a depressão, a ansiedade e a síndrome do pânico. Além de poder atuar em comunidades, ações sociais, e ações públicas.

Como é um curso de psicologia?

Ao se graduar, o psicólogo conhece diversas teorias e metodologias da psicologia.

Além das aulas expositivas, ele terá que efetuar diversos estágios (como visto abaixo), para se preparar para a atuação profissional já com a experiencia de campo.

Grade curricular do curso de psicologia

As disciplinas podem variam de acordo com a instituição, porém todas possuem um núcleo comum a ser estudado pelo aluno.

Abaixo estão algumas disciplinas do curso de Bacharelado em Psicologia. A maioria retirado da grade curricular da FMU.

Ela não é exaustiva. Outros cursos podem conter outras disciplinas que ampliam a atuação do psicólogo em diversas frentes.

Vamos a elas!

Teorias da psicologia

INTRODUÇÃO À PSICOLOGIA
Estuda a evolução histórica do pensamento psicológico e as bases filosóficas e epistemológicas das principais teorias contemporâneas. Apresenta a origem e desenvolvimento da Psicologia no Brasil, a regulamentação da profissão e as áreas de exercício profissional. Discute as referências legais que sustentam a ética na prática profissional do psicólogo e sua aplicação no campo profissional.
PROCESSOS PSICOLÓGICOS BÁSICOS
Aborda os processos psicológicos básicos – sensação, percepção, atenção, consciência, pensamento, linguagem, memória, motivação e emoção. Discute as bases biopsicossociais e o funcionamento destes processos no cotidiano do indivíduo.
PSICANÁLISE
Aborda historicamente os fundamentos teóricos da psicanálise, apresenta seus principais conceitos e sua utilização como método e como técnica. Introduz seus principais eixos teóricos e sua utilização na análise de indivíduos, de grupos, da cultura e da sociedade.
PSICOLOGIA COGNITIVA E COMPORTAMENTAL
Apresenta histórica e conceitualmente a Análise do Comportamento, o Behaviorismo Radical e a Psicologia Cognitiva, e aborda seus conceitos estruturantes: análise experimental do comportamento, comportamentos operante e respondente, comportamento social, comportamento verbal e subjetividade. Discute os aspectos culturais da cognição.
PSICOLOGIA FENOMENOLÓGICA E EXISTENCIAL
Estuda os conceitos fundamentais das concepções teóricas fenomenológicas, descrevendo suas peculiaridades e interfaces. Analisa a aplicabilidade desse conhecimento em diferentes contextos da prática profissional do psicólogo.
PSICOFARMACOLOGIA
Apresenta os princípios fundamentais da psicofarmacologia, a atuação dos fármacos nos quadros de adoecimento psíquico. Discute o papel do psicólogo na atuação interprofissional com o psiquiatra, baseada na ética e colaboração. Debate sobre o uso de substâncias lícitas e ilícitas e a ação dessas substâncias no comportamento humano, além de debater a Política de Redução de Danos.
TEMAS CONTEMPORÂNEOS EM PSICOLOGIA
Desenvolve as habilidades relativas à comunicação oral e escrita a partir da discussão de temas contemporâneos da Psicologia tais como: gênero, diversidade, acessibilidade, relações étnico-raciais, relações no mundo virtual.

Abordagens psicológicas e terapêuticas

ABORDAGENS PSICOLÓGICAS CONTEMPORÂNEAS
A disciplina constrói um panorama das abordagens Sistêmica e Corporal da Psicologia, discutindo suas bases epistemológicas, escopo conceitual, características e interfaces com outras abordagens e sua utilização na prática profissional do psicólogo.
BASES DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA
Conceitua o processo de avaliação psicológica, seus fundamentos e os contextos diagnósticos. Aborda a construção dos instrumentos de avaliação e os cuidados éticos em sua utilização e caracteriza os diferentes tipos de documentos decorrentes desse processo. Discute entrevista psicológica e instrumentos psicométricos, e possibilita experiências práticas de sua utilização.
PROCESSOS DE AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA
Aborda o processo de avaliação psicológica, incluindo definição de objetivos, escolha de instrumentos e estratégias, integração de dados e comunicação de resultados, elaboração de documentos técnicos e aspectos éticos envolvidos.
PROCESSOS DE ACOLHIMENTO E AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA (ESTÁGIO)
Proporciona a vivência prática supervisionada do acolhimento e dos processos de avaliação psicológica em diferentes contextos de inserção do profissional da Psicologia. Envolve a experiência real de seleção e utilização de instrumentos de avaliação psicológica, integração de dados, comunicação de resultados, inclusive interprofissional, encaminhamento e elaboração de documentos técnicos.
INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS (ESTÁGIOS)
O estágio trata da prática supervisionada de atuação do psicólogo em determinado contexto profissional, de acordo com uma das ênfases propostas pelo curso e eleita pelo estudante, envolvendo compreensão da demanda, planejamento e realização da intervenção, análise e comunicação de resultados e elaboração de documentos técnicos decorrentes do processo.
INSTRUMENTOS E RECURSOS DA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA
Discute diferentes tipos de instrumentos e estratégias de avaliação psicológica e sua utilização em diversos campos da prática profissional e com diferentes objetivos. Aborda características específicas de sua utilização nas fases do ciclo vital.
INTERVENÇÕES COGNITIVAS E COMPORTAMENTAIS
Aborda diferentes possibilidades de aplicação das teorias comportamentais e cognitivas na prática profissional, envolvendo desde a compreensão de fenômenos e processos até a intervenção, tanto na clínica quanto na saúde, educação, instituições e organizações, no acompanhamento terapêutico e na pesquisa. Discute temas relativos aos processos clínicos das terapias cognitivas e comportamentais.
INTERVENÇÕES EM SAÚDE
Aborda a evolução e os fundamentos da Psicologia da Saúde. Discute prevenção e promoção de saúde, processos psíquicos no adoecimento, no tratamento e na cura, e sofrimento psíquico. Apresenta o campo e as estratégias de trabalho do psicólogo na área da saúde, em diferentes contextos.
INTERVENÇÕES FENOMENOLÓGICAS E EXISTENCIAIS
Aborda as intervenções psicológicas realizadas a partir do referencial da fenomenologia e do existencialismo, através das intervenções e técnicas da Gestat-Terapia e Abordagem Centrada na Pessoa (ACP), em diversos contextos. Discute temas relativos aos processos clínicos da Gestalt-Terapia e da ACP.
INTERVENÇÕES PSICANALÍTICAS
Aborda as intervenções psicológicas realizadas a partir do referencial da Psicanálise, em especial os processos clínicos. Discute a utilização da teoria psicanalítica como referencial para diferentes áreas de estudo e atuação, tais como a saúde e a clínica ampliada, a educação e os estudos culturais.
INTERVENÇÕES PSICOSSOCIAIS
Discute a atuação do psicólogo em processos psicossociais, frente a questões e demandas de ordem psicológica apresentadas por indivíduos, grupos, instituições e comunidades. Aborda a aplicação do conhecimento na observação, condução e avaliação de grupos.

Antropologia, biologia e cultura

ANTROPOLOGIA E CULTURA BRASILEIRA
Discute sobre o homem no mercado de trabalho influenciado pela diversidade cultural e sociedade do conhecimento, abordando as diferentes identidades sociais e os aspectos étnico-raciais em suas decisões profissionais.
BASES BIOLÓGICAS DO COMPORTAMENTO HUMANO
A disciplina aborda as bases genéticas e neurobiológicas do comportamento humano, fornecendo subsídios para a compreensão dos principais mecanismos biológicos envolvidos na regulação do comportamento e dos quadros patológicos que podem decorrer de alterações no seu funcionamento.
BASES ESTRUTURAIS E FUNCIONAIS DO COMPORTAMENTO HUMANO
Apresenta os aspectos estruturais e funcionais do sistema nervoso, sistema endócrino e sistema digestório, no que diz respeito à influência desses sistemas no comportamento humano. Aborda os estudos mais recentes relacionados ao tema.
ESTILO DE VIDA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE
Discute Estilo de Vida, Saúde e Meio Ambiente como objetos complexos. Trata a diversidade cultural, étnico-racial com ênfase nos afrodescendentes e alteridade nas sociedades complexas e suas repercussões no estilo de vida, bem-estar, beleza, funcionalidade, corporeidade, qualidade de vida, saúde e meio ambiente.

Infância e adolescência

DESENVOLVIMENTO HUMANO NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA
Apresenta e discute o desenvolvimento humano desde o período pré-natal até a adolescência, a partir das principais referências teóricas que embasam a área. Aborda os aspectos físicos, cognitivos, neuro-motores e psicossociais, contextualizando o processo de desenvolvimento do ponto de vista histórico e cultural.
PROCESSOS PSICOPATOLÓGICOS NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA
Aborda os principais transtornos e processos psicopatológicos específicos da infância e da adolescência, enfatizando seus aspectos culturais e sociais. Discute a questão da medicalização infantil e suas consequências, abordando as discussões do movimento da despatologização da vida.
INTERVENÇÕES PSICOLÓGICAS NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA
Apresenta diferentes possibilidades de intervenção psicológica dirigidas à população infantil e adolescente, contextualizando-as, analisando demanda, necessidades e resultados. Aborda as especificidades dessa população e das questões éticas e técnicas envolvidas.

Vida adulta e velhice

DESENVOLVIMENTO HUMANO NA VIDA ADULTA E ENVELHECIMENTO
Apresenta e discute o desenvolvimento humano do adulto e do idoso, a partir das principais referências teóricas que embasam a área. Aborda os aspectos físicos, cognitivos, neuro-motores e psicossociais, contextualizando o processo de desenvolvimento do ponto de vista histórico, cultural e das políticas públicas.
PSICOPATOLOGIA DO ADULTO
Apresenta a psicopatologia a partir da perspectiva histórica, social e política, incluindo a Reforma Psiquiátrica a as políticas de Saúde Mental. Aborda os conceitos de doença e normalidade. Estuda as funções psíquicas e dá ênfase aos principais transtornos de humor, ansiedade, personalidade e uso de substâncias, bem como às estratégias contemporâneas de intervenção.
CLÍNICA DO IDOSO
Debate os princípios da Gerontologia no âmbito da Psicologia e as modalidades de intervenções psicológicas com a população idosa. Discute o papel do psicólogo nas equipes interprofissionais de atenção ao idoso e o manejo das demandas psicológicas dessa etapa do ciclo vital.

Processos educativos

INTERVENÇÕES EM CONTEXTOS ESCOLARES E EDUCACIONAIS
Discute a atuação do psicólogo na interface com a Educação, com ênfase nas políticas públicas da área. Aborda os principais problemas no processo de escolarização e discute as possibilidades de análise e intervenção de psicólogos nos diversos contextos de ensino e aprendizagem.
PSICOEDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO EM SAÚDE
Psicoeducação. Concepção de educação em saúde, ações educativas para a promoção da saúde. Estilo de vida sustentável e autocuidado. Educação em saúde nos diferentes contextos sociocuturais. Princípios da comunicação interpessoal e interprofissional.
INTERVENÇÕES PSICOEDUCATIVAS
Discute o conceito de intervenções psicoeducativas nos diversos contextos em que podem ser aplicadas, com foco no desenvolvimento de habilidades e atitudes. Aborda diferentes estratégias, tais como orientação, treinamento e supervisão.
PROCESSOS EDUCATIVOS (ESTÁGIO)
Proporciona a vivência prática da atuação do psicólogo nos contextos de ensino e aprendizagem, compreendendo as dificuldades que emergem no processo educacional a partir dos diversos fatores que envolvem este fenômeno. Enfoca as relações entre sujeito e objeto, entre afeto e aprendizagem e entre construções individuais e coletivas.

Psicologia e trabalho

TRABALHO E SAÚDE MENTAL
Discute os fatores psicossociais de adoecimentos relacionados ao trabalho. Aborda as intervenções psicológicas no âmbito da saúde do trabalhador, tanto no que diz respeito à prevenção quanto à promoção da saúde.
TRABALHO E SUBJETIVIDADE
Busca a compreensão, a reflexão e a análise das teoria e práticas da Psicologia, aplicadas à relação do indivíduo com o trabalho. Trata das relações entre as condições subjetivas e as condições objetivas do mundo do trabalho, abordando a busca da congruência entre as manifestações e os objetivos do indivíduo e a estrutura e os objetivos das instituições.
INTERVENÇÕES EM CONTEXTOS ORGANIZACIONAIS
Discute a participação e contribuição do psicólogo nos processos e nas ações de diagnóstico e intervenção nas organizações, no âmbito individual, grupal e institucional. Trata da aplicação de referenciais teóricos da Psicologia Organizacional e do Trabalho na gestão de pessoas e processos.
ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL E DE CARREIRA
A disciplina discute referenciais teóricos voltados a questões como identidade profissional, escolhas profissionais e construção de carreiras. Apresenta ferramentas e estratégias disponíveis ao psicólogo na atuação em orientação profissional e de carreira, nas diversas fases de vida, frente ao mercado de trabalho e aos desafios contemporâneos.
PROCESSOS LABORAIS (ESTÁGIO)
Proporciona a vivência prática da atuação do psicólogo nos contextos institucionais, no que diz respeito às relações do sujeito com o trabalho. Aborda aspectos dessa relação, tais como motivação, saúde mental e trabalho, qualidade de vida.

ÉTICA E PROFISSIONALISMO
Discute os princípios fundamentais da ética que devem embasar o exercício da profissão, abordando o debate acerca da postura profissional do psicólogo e os princípios do seu código de ética. Promove a discussão acerca do papel do psicólogo como agente de transformação na sociedade, baseado em uma prática acolhedora, respeitosa e alinhada com os Direitos Humanos.
PSICOTERAPIA BREVE
A disciplina conceitua a Psicoterapia Breve, articulando os pressupostos teóricos e técnicos que norteiam a atuação profissional nesta modalidade. Discute as indicações e limitações, o processo de planejamento e manejo, além das questões éticas envolvidas.
CLÍNICA AMPLIADA
Discute o conceito de Clínica Ampliada e sua prática, que parte do entendimento do ser humano em sua integralidade, singularidade e autonomia. Aborda a construção interprofissional do Projeto Terapêutico Singular, que se centra no usuário, seu sofrimento e suas condições psicossociais. Debate sobre as subjetividades e os atores envolvidos na construção dos serviços de saúde, e sua complexidade.
SEMINÁRIOS INTEGRATIVOS
Dedica-se à reflexão e elaboração de hipóteses acerca de problemas e situações relacionados à atuação profissional do psicólogo. Discute a pesquisa e a fundamentação das intervenções como profissional integrante de equipes multiprofissionais, a partir de situações-problema.
GESTÃO DE CLÍNICAS E CONSULTÓRIOS
Discute temas de gestão em saúde relacionados ao planejamento de uma unidade de negócios, enfatizando a necessidade do empreendedorismo nesta área. Abrange a evolução das Teorias de Administração, bem como uma visão das transformações ocorridas nas organizações e o papel do administrador ao longo do tempo, com uma reflexão crítica a respeito dos modelos gerenciais no contexto da saúde.
ATIVIDADES COMPLEMENTARES
Atividades práticas e/ou teóricas, relacionadas ao contexto do curso que contribuem na formação profissional mais ampla do estudante, envolvendo alternativa ou simultaneamente, produção, pesquisa, intercâmbio, visitas técnicas, participação em eventos e outras consideradas próprias ao curso.

Psicologia social

SOCIEDADE E COMPORTAMENTOS GRUPAIS
Proporciona um debate crítico sobre a relação sujeito-sociedade e discute os princípios teóricos e metodológicos da Psicologia Social, nas ênfases sociológica e psicológica, americana, europeia e latino-americana. Aborda a relação com as práticas do psicólogo nos diversos contextos.
PSICOLOGIA NA REDE DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA
Aborda a atuação interprofissional do psicólogo na prevenção e na assistência básica e especial a pessoas em situação de vulnerabilidade social, visando a promoção da melhoria da qualidade de vida da população, o desenvolvimento de potencialidades e aquisições, e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.
PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO SAÚDE E COMUNIDADE
Promove o conhecimento de diferentes áreas de atenção em saúde e bem-estar e o aprendizado em grupos interprofissionais, contribuindo para a formação integral do estudante. Permite a integração teórico-prática na promoção de saúde, prevenção de doenças e melhoria da qualidade de vida a partir da prática colaborativa em instituições e comunidades.
SAÚDE COLETIVA
Aborda as políticas de saúde, os sistemas de saúde no Brasil e as características das modalidades de atenção à saúde. Discute os desafios num contexto de mudanças demográfica e epidemiológica, as crescentes demandas de saúde e as novas expectativas das populações. Apresenta uma visão global de prevenção de doenças, promoção e recuperação da saúde e melhoria da qualidade de vida das populações.
PROCESSOS PSICOSSOCIAIS E PROMOÇÃO DE SAÚDE (ESTÁGIO)
Proporciona a vivência prática da atuação do psicólogo em contextos comunitários da saúde e rede socioassistencial. Aborda a atuação baseada na interprofissionalidade, ética, promoção de direitos humanos e manejo das relações étnico-raciais e de gênero no âmbito dos processos psicossociais e da promoção de saúde.

Metodologia científica e pesquisa

TÉCNICAS DE PESQUISA
Discute o processo de produção de conhecimento em Psicologia e os principais aspectos da pesquisa científica; analisa criticamente os tipos de pesquisa, seus instrumentos e procedimentos, a análise de dados, a comunicação de resultados e a ética na pesquisa. Aborda a utilização de evidências científicas na tomada de decisões, no campo das intervenções psicológicas.
METODOLOGIA CIENTÍFICA
Esta disciplina aborda o uso da metodologia científica para a informação, organização, pesquisa e apresentação de resultados científicos.
BIOESTATÍSTICA E EPIDEMIOLOGIA
Aborda e explora conceitos relacionados à organização e a forma de análise de dados estatísticos, bem como introduz ao estudo das probabilidades, amostras, distribuições discretas especiais e contínuas, aproximação normal, inferências estatísticas, estimação, hipóteses e os testes de variância aplicados nas áreas biológicas, importantes à descrição e interpretação de dados.

Conclusão sobre o curso de psicologia

Como podemos ver, se tornar um psicólogo exige do aluno uma visão humanística integral.

Reconhecer o indivíduo na sua integralidade, respeitando suas condições pessoais, políticas, sociais, psicológicas, econômicas, educacionais, ambientais e biológicas é essencial para o sucesso de qualquer atividade psicológica.

Leia mais contéudos sobre psicologia e saúde mental aqui no portal do Saúde Interior. E também nos acompanhe diariamente nas redes sociais!

Se cuide!

Alex Carnier
Alex Carnier
Após uma depressão, fundei o portal terapêutico Saúde Interior, iniciei a formação em Psicologia Ψ e me tornei um entusiasta da #psicoeducação. Vem comigo!
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Comente aqui o que achou do artigo!x
()
x