fbpx

Psicologia é ciência, não achismo

Psicologia é ciência

Um amigo meu sempre dizia “quem acha, deixa na portaria…” Brincadeiras à parte, muita gente acha muita coisa sobre a mente humana, mas apenas um bom psicólogo poderá interpretar o comportamento humano e o que o motiva de forma séria e proveitosa. Principalmente para que a pessoa alcance a cura para algum transtorno mental. Isso por que psicologia é ciência, não achismo.

Neste artigo quero refletir com você sobre a importância do psicólogo na compreensão da mente e do comportamento humano.

Vem comigo!

A evolução da compreensão da mente humana

Antes de nos aprofundarmos no assunto, me siga lá no Instagram e receba inspiração diária para superar a ansiedade e depressão, e (re)conquistar seu bem-estar! Vai ser um prazer bater um papo com você! 😉

Agora vamos ao conteúdo...

A humanidade sempre encarou seus mistérios de inúmeras formas: desde atribuir os fenômenos aos deuses, até despresar os fatos de maneira niilista e irresponsável, fugindo das responsabilidades e consequências de determinada realidade.

Porém, dentre inúmeras formas de responder à realidade, também sempre houveram aquelas mais proveitosas. Dentre elas está a metodologia científica. Através dela a humanidade deu um salto enorme na compreensão das realidades – incluindo a realidade da mente e do comportamento humano.

O que é ciência psicológica?

A ciência psicológica ensina o pensamento crítico em relação aos fenômenos mentais e comporamentais.

Usamos do pensamento crítico, um ceticismo amigável que exige o exame minucioso da nossa vida e da realidade tendo por objetivo uma conclusão que possa ser sustentada por evidências.

As pessoas incorrem em erros comuns ao pensarem, incluindo ignorar as estatísticas, não levar em conta as relação existentes ou concluir erroneamente as relações existentes, não buscar fontes de dados fidedignas, usar de mitos ou, como vemos recentemente, das fake news.

A ciência psicológica nos ajuda a evitar esses erros e irmos em direção à compreensão da realidade de forma mais fiel e proveitosa.

Psicologia é ciência, não achismo…

A psicologia como conhecemos hoje teve suas bases em 1879 com o cientista Wilhelm Wundt. Ele tentava entender as estruturas da mente responsáveis por cada uma de suas funções.

De lá para cá, passamos pela Psicanálise de Freud, pelo Behaviorismo de Skinner e pela Psicologia Humanista. Todas essas linhas teóricas da psicologia buscam a compreensão sólida da mente humana que dê fundamento para a prática séria da profissão.

Portanto, seja qual for a área de atuação do psicólogo, para se compreender os processos mentais e comportamentais dos indivíduos estudados, ele precisará dos recursos da ciência.

Isso se o psicólogo quiser fazer parte daqueles que tiram o melhor proveito dos fenomenos a serem estudados, e desejarem fazer o melhor possível com os indivíduos sob seus cuidados.

E quando falo de ciência, me refiro a metodologias científicas, análises racionais empíricas, testes comprováveis, e estudos realizados.

Mesmo quando sua linha terapêutica for pautada de teorias subjetivas (como a psicanálise), os estudos de caso realizados seguem metodologias científicas.

Nesse sentido, sua atuação se pautará na segurança científica para atendimento dos indivíduos que ufufruirão de seus serviços sem incorrerem nos equívocos comuns insuflados pelo medo do desconhecido, preconceitos ou religiosidades.

Se você procura um tratamento sério, procure um psicólogo. Ele é o profissional que melhor poderá lhe auxiliar a encontrar as respostas que procura para seus dilemas e desafios.

Se cuide!

Alex Carnier
Alex Carnier
Após uma depressão, fundei o portal terapêutico Saúde Interior, iniciei a formação em Psicologia Ψ e me tornei um entusiasta da #psicoeducação. Vem comigo!
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Até quando a
ansiedade
vai controlar
você?

Participe de 7 a 13 de dezembro
EVENTO ONLINE E GRATUITO
QUERO CONHECER
close-link
0
Comente aqui o que achou do artigo!x
()
x